16 de dez de 2010

Aborto



Particularmente, não sei porque tantas iniciativas em busca de legalizar o aborto. Em muitos lugares onde vou encontro grupos discutindo o tema.

Estamos às portas de 2011, já passou da hora de haver um trabalho forte de consciência sexual e planejamento familiar. Preservativos são distribuidos gratuitamente em postos de saúde, só engravida quem não se cuida.

Entendo que existam os infelizes casos de bebês anencéfalos e oriúndos de estupros. Mas estes retratam uma pequena parcela das intenções de aborto, que "até podem" ser avaliados de outra forma, mas que jamais justificariam a legalização do ato.

O sexo foi banalizado agora querem banalizar a vida, legalizando a morte de crianças em nome do prazer sem responsabilidade e da fuga da educação.

Numa época onde as pessoas levam mais tempo para crescer, a vida está se tornando um brinquedo descatável. Isto é muito perigoso...

Nenhum comentário: